Coluna do blog deste sábado

Delações premiadas causam confusão mental nos petistas 

A delação premiada é um advento muito utilizado no Brasil para facilitar a elucidação de crimes que consiste em criminosos colaborarem com a justiça delatando seus companheiros de quadrilha. Ao delator cabe o benefício da redução da pena ou aplicação de restrição de direitos.

A Lei 12.850/2013 que trata das Organizações Criminosas determina que o réu precisa fazer a delação de forma espontânea para se tornar um delator, para homologar sua delação, o réu precisa assinar um termo de confidencialidade e somente após a homologação por parte da justiça é que as informações repassadas podem ser utilizadas nas investigações.

Ao delator é obrigado além de falar a verdade, apresentar provas e documentos que embasem sua colaboração. Se eventualmente o delator mentir para a justiça ele não só perde o direito de redução da pena, como também pode ser condenado por falso testemunho, que de acordo com o artigo 342  do código penal, pode acarretar em dois a seis anos de reclusão e o pagamento de multa.

Portanto, não seria lógico que os réus na Lava-Jato, que decidiram fazer a colaboração premiada, mintam em seus depoimentos apenas para prejudicar o ex-presidente Lula, como o próprio e seus seguidores querem fazer a população brasileira acreditar. Os delatores não poderiam apontar crimes de Lula e de qualquer outra pessoa se não tivessem como provar. Essa informação é elementar, mas os petistas seguem batendo na tecla de que há uma conspiração.

O fato é que com os depoimentos de Léo Pinheiro, Renato Duque, Mônica Moura, João Santana e Antonio Palocci em suas colaborações premiadas, a distância de Lula para a cadeia diminui a passos largos, ao ponto que sua candidatura à presidência da República se torna algo cada vez mais distante. Por isso os defensores de Lula e do PT seguem agressivos e distantes de querer reconhecer a realidade, eles sabem que o chefe está num beco sem saída.

Parque – Os ministros da Defesa, Raul Jungmann, e da Cultura, Roberto Freire, participam, nesta segunda-feira (15), às 15h, do lançamento do Projeto de Revitalização do Parque Nacional dos Guararapes, na cidade de Jaboatão dos Guararapes (PE). O Parque foi palco da Batalha dos Guararapes (1648 -1649), grande conflito entre as forças portuguesas e holandesas pelo controle de parte da região Nordeste do Brasil.

Compesa – O presidente da Compesa, Roberto Tavares, diretores e técnicos da companhia visitaram ontem as obras da Adutora do Siriji, no município de Vicência. O empreendimento está sendo executado pelo Ministério da Integração Nacional e vai levar água por meio de uma adutora, com 37 quilômetros de extensão, para 107 mil pessoas nas cidades de Surubim, Bom Jardim, Orobó e João Alfredo. Foram investidos R$ 33 milhões na obra, cujo projeto foi elaborado pela Compesa, que também presta apoio técnico na fiscalização dos serviços.

Mutirão – Neste sábado, o mutirão de ações da Operação Inverno 2017 aporta na Zona Norte da Cidade, e atende a área no entorno da Rua Maria Estevão, em Dois Unidos. O prefeito Geraldo Julio acompanha a ação que vai atender cerca de 200 famílias da comunidade, com atividades de prevenção para as chuvas, como colocação de lonas plásticas , capinação e roçagem, erradicação de árvores em risco, monitoramento, vistorias e ações de porta a porta. Mais de 120 servidores, entre técnicos, engenheiros, assistentes sociais e pessoal de apoio estarão envolvidos nesse trabalho.

Programação – O prefeito de Petrolina Miguel Coelho anunciou a programação do São João da cidade com a presença de Wesley Safadão, Bell Marques, Aviões do Forró, Dorgival Dantas e muitos outros. Caso Caruaru não faça uma programação à altura, corre sério risco de perder o posto de melhor São João de Pernambuco para a capital do São Francisco.

RÁPIDAS

Mobilidade – O Brasil, nos últimos anos, vive um drama a respeito da mobilidade urbana. No Ponto a Ponto deste sábado, que vai ao ar à meia-noite pela BandaNewsTV, a jornalista Monica Bergamo e o cientista político Antonio Lavareda recebem o pesquisador do Centro de Política e Economia do Setor Público da Fundação Getúlio Vargas (CEPESP/FGV), Ciro Biderman, para discutir sobre os Desafios da Mobilidade Urbana. O programa é reprisado no domingo, às 17h30.

Pesquisa – O instituto Paraná Pesquisas fez um levantamento com 2.540 questionários, perguntando se a população achava que o tríplex do Guarujá era do ex-presidente Lula. Cerca de 60% dos entrevistados acreditam que o imóvel é mesmo do ex-presidente.

Inocente quer saber – Após todas as revelações da Lava-Jato, o PT continuará existindo como partido político?

Sobre Edmar Lyra
Jornalista político, editor do Blog Edmar Lyra.

1 Comentário on Coluna do blog deste sábado

  1. William Pontes // 13 de maio de 2017 em 8:17 // Responder

    As delacoes premiadas foram banalizadas e dirigidas.Por isso a sociedade racional e pensante, que enxerga alem das paixões políticas, não dão as mesmas credibilidade. O desfecho da narrativa demonstra tão canhestra sao as mesmas.Falta muito para o Brasil ser um país sério.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*