Coluna do blog desta segunda-feira

Geraldo Julio faz cem dias de uma gestão fantasma 

Reeleito em 2016 com votação recorde para os prefeitos do Recife, Geraldo Julio tem frustrado seus eleitores corriqueiramente, pois diferentemente de 2013 quando iniciou a sua primeira gestão, ele tem sido responsável por uma gestão travada que tem recebido críticas constantemente de eleitores e aliados.

Como se não bastasse a sensação de que a cidade está abandonada, o prefeito vez por outra tem ficado ausente da capital pernambucana. Isso tem rendido críticas de aliados por ele ter prometido que iria fazer uma gestão melhor que a primeira, mas o senso comum é de que a gestão está completamente sem rumo.

Para quem chegou a ser considerado uma revelação do PSB, sendo avaliado como o sucessor de Eduardo Campos em Pernambuco, o prefeito Geraldo Julio está mais para entrar para o rol dos prefeitos que tiveram uma carreira política frustrada após deixar a prefeitura. É como se Geraldo não tivesse mais com disposição para trabalhar pela capital pernambucana.

Hoje completam cem dias de uma segunda gestão infinitamente pior do que a primeira, que tem legado ao município algo pior do que foi ofertado nos primeiros quatro anos. Recife não reelegeu Geraldo Julio para retroceder no tempo, o povo recifense lhe confiou o voto na expectativa de que ele continuaria a boa gestão do primeiro mandato. Mas a bem da verdade é que assim como o prefeito, a gestão está mais para uma gestão fantasma do que algo representativo para a cidade.

Críticas – Adversários da prefeita Raquel Lyra têm feito diversas críticas à gestão. A última diz respeito ao modelo do São João de Caruaru, que terá como se fossem duas ou três festas dentro da própria festa, num modelo semelhante ao de Campina Grande. Ninguém sabe se isso vai trazer alguma melhora para o São João de Caruaru, que nas gestões de José Queiroz e Tony Gel era bastante consolidado.

PHS – Com um puxador de votos feito Pastor Eurico, o PHS tem atraído muitos nomes para a disputa em 2018 de deputado federal. Se ele repetir sua votação de 2014, quando atingiu 233 mil votos, poderá arrastar o segundo federal com apenas 40 mil votos em 2018, por isso quem tem potencial entre 25 e 30 mil votos pretende migrar para o partido nanico, que em 2014 elegeu Kaio Maniçoba com apenas 29 mil votos.

Força – O deputado estadual Beto Accioly (PSL) está consolidando as suas bases para a busca pela reeleição em 2018. Nas eleições de 2014, Beto atingiu 24.840 votos e é tido como um nome para suplantar a casa dos quarenta mil votos no ano que vem pelos próprios colegas na Casa Joaquim Nabuco.

Finanças – Em estudo realizado pela secretaria do Tesouro Nacional, Pernambuco foi considerado um dos estados com uma boa situação financeira, ficando em posição melhor que estados como São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Do Nordeste, apenas Bahia e Ceará ficaram no mesmo patamar de Pernambuco. Mérito do governador Paulo Câmara que realizou seu ajuste fiscal ainda em 2015.

RÁPIDAS

Cem dias – O prefeito do Cabo de Santo Agostinho Lula Cabral (PSB) realiza logo cedo, a partir das sete horas da manhã, uma reunião com o seu secretariado para fazer um balanço dos cem dias do seu governo. À tarde, inaugura três ruas em Ponte dos Carvalhos.

João Fernando – Em resposta à coluna do último sábado, o deputado federal João Fernando Coutinho (PSB), através de sua assessoria, afirmou que ampliou suas bases em relação a 2014, quando teve 120 mil votos, portanto crê que suas chances de reeleição são idênticas as de quando chegou ao primeiro mandato na Câmara Federal.

Inocente quer saber – A prefeita eleita de Ipojuca Célia Sales acatará indicações do ex-prefeito do Cabo Vado da Farmácia para o seu secretariado?

Sobre Edmar Lyra
Jornalista político, editor do Blog Edmar Lyra.

3 Comments on Coluna do blog desta segunda-feira

  1. Jerlnimo Darinta // 10 de abril de 2017 em 1:44 // Responder

    Com referencia ao Dep. Beto Accioly, a tendencia, é superar vossas estimativas.

  2. William Pontes // 10 de abril de 2017 em 7:27 // Responder

    Acertada a avaliação sobre o Geraldo Júlio, durante a campanha já falava que o mesmo é igual ao João da Costa como administrador. Outro fato, a reforma eleitoral vai ser empurrada goela abaixo, e nada vai adiantar os votos do pastor Eurico. A lista fechada vem por aí.

  3. Ubiratam augustinho da Silva // 10 de abril de 2017 em 23:52 // Responder

    Edmar e preciso que vc selevante da cadeira saia de seu casulo vc nao tem autoridade para falare norral coisas fesse tipo de nosso prefeito pois as comunidades tem muito o que comemorar uma gestao patticipativa que nosvescuta vc nao nossacrealidade falar oqoe nao e escrever o que.nao conhe e no.mimo um desrespeito a nos comumunitarios porque vc nao faz vizitas ou provoca foruns para geraldo o melhor prefeito e mais bem avaliado do Brasil

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*