Coluna do blog desta quinta-feira

Lula apela e coloca toda a culpa na falecida esposa 

O ex-presidente Lula construiu sua trajetória política sem querer compromisso com a verdade, lançando mão de artifícios condenáveis, como os que ele próprio reconhece em vídeo que circula nas redes sociais de inventar números em seus discursos. Um exemplo claro foi o de sempre afirmar que seus adversários acabariam com o Bolsa-Familia, acirrando a divisão de classes no Brasil.

Durante a morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia, Lula não se fez de rogado e utilizou o velório para fazer palanque eleitoral, desrespeitando a memória dela e a dor de seus familiares. Apesar de ser uma atitude condenável, ali era apenas uma amostra de que seu pudor era zero e ele seria capaz de coisas muito piores.

Durante o depoimento ao juiz Sergio Moro, Lula, diferentemente de Eduardo Cunha e Sergio Cabral, que preservaram suas esposas e mães dos seus filhos, teve a capacidade de jogar toda a culpa da operação do tríplex do Guarujá em Marisa Letícia, afirmando que toda a negociação tinha sido feita por ela e que ele tinha pouco conhecimento do empreendimento que ela tinha interesse.

Lula ainda afirmou que Marisa não gostava de praia e que havia comprado a unidade imobiliária apenas para fins de investimento. A afirmação foi prontamente desmentida nas redes sociais, com a divulgação de inúmeras fotos do casal curtindo várias praias do país. O fato é que em cinco horas de depoimento Lula não convenceu de que seria inocente, pois os fatos que envolvem sua situação penal são pra lá de robustos.

A condenação do ex-presidente em primeira instância por lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio deve ocorrer no máximo até julho pelo juiz Sergio Moro, que demonstrou uma serenidade ímpar na oitiva do ex-presidente. A sua decisão tende a ser apreciada em no máximo um ano pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que poderá deixar o ex-presidente inelegível para 2018. Lula, por sua vez, viu que não tem mais o poder de mobilização de outrora, quando levou menos de cinco mil pessoas para o ato em Curitiba.

Olinda – Após a repercussão negativa perante a sociedade, os vereadores de Olinda recuaram da decisão de reajustar seus respectivos salários. Os vereadores identificaram além da pressão popular uma insegurança jurídica para conceder o aumento. Cada vereador ganha menos de R$ 10 mil líquidos de salários.

Diferencial – O Cabo de Santo Agostinho, comandado pelo prefeito Lula Cabral (PSB), foi a única cidade de Pernambuco a conceder reajuste aos seus servidores em 2017. Além disso o reajuste foi dado acima da inflação do período. Lula realizou um profundo ajuste fiscal para valorizar os seis mil servidores da prefeitura, mesmo num cenário de crise.

Inflação – A inflação acumulada reduziu mais ainda, chegando a 4,08% no período de doze meses. O resultado é o melhor alcançado desde julho de 2007, quando o número chegou a 3,74%. Com uma inflação baixa, aumenta a expectativa para a redução dos juros, o que cria um ambiente propício para a recuperação da economia.

Previdência – Após várias concessões que desfiguraram significativamente o texto original da reforma da Previdência, o Palácio do Planalto segue animado para votar e aprovar a reforma no final do mês. O grande problema é que da forma como ela será aprovada, requererá em poucos anos uma nova reforma. Pelo menos Temer terá o argumento de que conseguiu aprovar a Previdência, que correu sérios riscos de ir pro vinagre.

RÁPIDAS

Troca – Há rumores em Brasília de que o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (DEM) articula uma troca na Esplanada dos Ministérios. O DEM ficaria com o ministério do Trabalho, enquanto o PTB assumiria a pasta da Educação, atualmente ocupada pelo pernambucano Mendonça Filho.

Vôos – O deputado Tony Gel (PMDB) solicitou ao governador Paulo Câmara e ao secretário de Turismo Felipe Carreras, esforços no sentido de incrementar o turismo, o comércio, a indústria e os serviços em geral no interior do nosso estado, através da atração de vôos regulares para os aeroportos que servem as cidades do interior, especialmente para o Aeroporto Oscar Laranjeiras em Caruaru.

Inocente quer saber – Quando Geraldo Julio vai parar de cometer lambanças na prefeitura do Recife?

Sobre Edmar Lyra
Jornalista político, editor do Blog Edmar Lyra.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*