Coluna do blog desta quarta-feira

Geraldo Julio dá um grande exemplo no Recife 

Reeleito em outubro de 2016, o prefeito Geraldo Julio alcançou o segundo mandato graças ao antipetismo que embicou a candidatura de João Paulo e ao reconhecimento da população recifense ao êxito da sua gestão, que apesar de não entregar tudo o que havia prometido em 2012, conseguiu realizar obras mesmo com a grave crise que assola o Brasil e que inexoravelmente prejudicaria o Recife.

A expressiva votação em outubro do ano passado foi insuficiente para que Geraldo Julio fizesse valer a reeleição. O segundo mandato com quatro meses de existência é de longe um dos piores momentos de um prefeito no comando da capital pernambucana nos últimos anos. A gestão passa por uma letargia sem precedentes e certamente o eleitor que confiou o voto em Geraldo se soubesse que o segundo mandato seria tão apático não teria lhe reelegido.

As chuvas recentes expuseram a incapacidade da gestão do prefeito Geraldo Julio de cuidar da cidade. Basta poucas horas de chuvas na capital pernambucana que o caos aparece. Isso porque não há investimento preventivo por parte da gestão no intuito de fazer intervenções que evitem alagamentos por toda a cidade. A gestão tem sido tão aquém das expectativas que até em áreas onde não havia pontos de alagamento já começa a existir.

Não são apenas as chuvas que desnudam a gestão Geraldo Julio, a sujeira espalhada por toda a cidade dá a impressão que Recife não tem prefeito, as ruas escuras facilitam a proliferação de drogas, assaltos e mortes, fazendo da nossa cidade uma das mais violentas do país. O exemplo de Geraldo Julio é o pior possível, pois ele foi reeleito no intuito de pelo menos manter as conquistas do primeiro mandato e criar um nível aceitável de gestão, mas em vez de melhorar a cidade o prefeito estabeleceu um caos na capital pernambucana.

Geraldo Julio tem dado um grande exemplo de como um prefeito reeleito não deve agir, abandonando a cidade à própria sorte e prejudicando a vida de quem lhe confiou o voto e de toda a população recifense. Definitivamente, o abandono do Recife foi Geraldo que fez.

Capacitação – A Secretaria Executiva do Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo (SETQE) do Jaboatão dos Guararapes inicia nesta quarta-feira o processo de pré-seleção dos candidatos que irão ocupar as 120 vagas gratuitas dos cursos técnicos a distância (EAD) em manutenção e suporte em informática e rede de computadores. Os cursos possuem carga horária de 1.200 horas e serão ministrados 80% via internet e 20% presencialmente, na escola técnica do Senai, situada no bairro de Areias, no Recife. As aulas terão início na próxima quarta-feira e terão duração de 15 meses. Ao final, os alunos receberão diploma emitido pelo Senai.

Copergás – O governador Paulo Câmara e a presidente do BNDES, Maria Silvia Bastos Marques, assinaram um acordo de cooperação técnica entre o Estado e o banco para planejar e estruturar as possíveis ações futuras da Companhia Pernambucana de Gás (Copergás). A parceria permitirá avaliar as condições do mercado para análise de parcerias da empresa com o setor privado.

Crédito – Ainda no encontro com a presidente do BNDES, o governador Paulo Câmara tratou da liberação de uma nova operação de crédito no valor de até R$ 600 milhões. Com a quantia, o governador pretende construir novas escolas em tempo integral, obras de abastecimento hídrico e a aquisição de 700 motos e 2 helicópteros para reforçar o Plano Estadual de Segurança Pública.

Senado – De acordo com o Instituto Paraná Pesquisas, caso a ex-presidente Dilma Rousseff fosse candidata a senadora pelo Rio Grande do Sul em 2018, ela ficaria apenas em quarto lugar com 11,4% das intenções de voto. Ana Amélia (PP) com 38,4% lidera, seguida por Paulo Paim (PT) com 26% e Germano Rigotto (PMDB), com 13,1%. Dilma só teria mais votos que Onyx Lorenzoni (DEM), que aparece com 10,6%.

RÁPIDAS

Debate – O advogado Felipe Ferreira Lima será um dos palestrantes do Política em Debate nesta quinta-feira no auditório da Devry Unifavip em Caruaru. Além dele, o delegado Erick Lessa, candidato a prefeito de Caruaru em 2016, Alisson Lucena, Caio Sousa e José Neto debaterão a relação democratica política, jurídica e midiática no país.

Tupanatinga – Será nesta quinta-feira a primeira audiência do processo movido contra o prefeito de Tupanatinga, Silvio Roque (PP). O processo surgiu por conta de uma denúncia da segunda colocada na eleição municipal, Damacele Tomé (PDT), por compra de votos.

Inocente quer saber – Por quê Lula quis tanto, sem sucesso, fugir de Sergio Moro?

Sobre Edmar Lyra
Jornalista político, editor do Blog Edmar Lyra.

1 Comentário on Coluna do blog desta quarta-feira

  1. William Pontes // 10 de maio de 2017 em 7:24 // Responder

    Simplemente inocente porque Moro é parcial. Só quem é adepto da teoria da ema não enxerga. Por exemplo: você inocente.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*