Coluna do blog desta quarta-feira

Lista da Odebrecht causa rebuliço na política brasileira 

O Supremo Tribunal Federal recebeu ontem o pedido de abertura de inquérito contra uma série de políticos com foro privilegiado que fazem parte de uma lista que receberam propinas da Odebrecht, alguns como Aécio Neves, recebiam mesadas, o senador tucano recebia entre R$ 1 milhão e R$ 2 milhões para defender os interesses da maior empreiteira do país, outros recebiam via doação de Caixa Dois uma quantia para campanhas eleitorais.

A lista é democrática pois envolve políticos de todos os partidos, evidenciando que a corrupção não tem ideologia nem cores partidárias. De Pernambuco nada menos que sete políticos estão nesta lista, sendo dois ministros, dois senadores, dois deputados federais e um ex-prefeito.

Dos ministros, Roberto Freire da Cultura e Bruno Araújo das Cidades, com destaque para o segundo que teria praticado tráfico de influência e lavagem de dinheiro, além de ter recebido cerca de R$ 600 mil em caixa dois.

Dentre os senadores, apenas Armando Monteiro ficou de fora da lista da Odebrecht, o petista Humberto Costa, sempre ele, está lá firme e forte em mais uma lista de investigados, assim como o colega Fernando Bezerra Coelho, que ultimamente tem procurado fugir dos holofotes para não ser alvejado pela Lava-Jato.

Já os deputados federais, causou perplexidade a presença do ex-senador e ex-governador Jarbas Vasconcelos, que teria recebido R$ 2 milhões em caixa dois para a campanha eleitoral de 2010 quando disputou o governo de Pernambuco e foi derrotado por Eduardo Campos. Outro deputado federal presente na lista da Odebrecht foi Betinho Gomes que supostamente teria atuado para beneficiar a empreiteira com benefícios fiscais na reserva do Paiva. O ex-prefeito do Cabo Vado da Farmácia também será investigado pelo Supremo Tribunal Federal por supostamente ter recebido quantias indevidas para sua campanha eleitoral.

A lista da Odebrecht causa mais uma hecatombe em nossa política, pois fica muito claro que nossos políticos buscam mandatos eletivos para defender os interesses de quem lhes financiam e não de quem lhes elegem, numa clara distorção do sentido da representatividade. Vivemos um momento de caos jamais visto em nosso país, pois a corrupção tomou conta de tudo no Brasil. Agora resta aguardar o day after da lista da Odebrecht, mas uma coisa está óbvia: após a divulgação da lista, a crise política continua em ebulição.

Pleito – Em reunião no Tribunal de Justiça de Pernambuco, o deputado estadual Tony Gel (PMDB) solicitou ao presidente do TJPE desembargador Leopoldo Raposo a 3ª entrância para Caruaru. De acordo com o parlamentar, o presidente do TJPE garantiu que vai atender a solicitação e que o projeto será elaborado e encaminhado para ser analisado pelo pleno do Tribunal. Tony Gel ressaltou que com a aprovação, Caruaru voltará a ser uma comarca de 3ª entrância, sendo a única fora da capital.

Segurança – Graças a uma articulação da deputada estadual Roberta Arraes (PSB) junto ao secretário de Defesa Social Angelo Gioia e ao governador Paulo Câmara, o município de Araripina recebeu uma unidade móvel da polícia civil, com reforço de policiais e delegados para atender melhor a população da região.

Entregas – Em apenas cem dias, o prefeito de Jaboatão dos Guararapes Anderson Ferreira (PR) já conseguiu entregar algumas obras da sua gestão. A mais emblemática foi a inauguração de uma policlínica de atenção a criança e ao adolescente, com especialidade para crianças portadoras de microcefalia, no bairro de Piedade. A entrega demonstra a sensibilidade da gestão com um tema tão complexo e extremamente necessário para atender àqueles que mais precisam.

Derrotado – Se já teria sérias dificuldades de reeleição em 2018, o deputado federal Betinho Gomes, após a divulgação da lista da Odebrecht, não tem mais nenhum motivo para sorrir. Vai ter que ficar se explicando até o ano que vem e dificilmente conseguirá convencer o eleitorado a lhe mandar novamente para Brasília. Trata-se de mais um caso de um ex-deputado em atividade.

RÁPIDAS

Até ela – A deputada federal Maria do Rosário (PT) está sendo investigada por não ter declarado R$ 150 mil recebidos da Odebrecht. Enquanto isso Jair Bolsonaro (PSC) segue longe de qualquer denúncia de corrupção.

Lide Futuro – O Lide Futuro, segmento jovem do Lide, grupo empresarial criado pelo prefeito de São Paulo João Dória, completou dois anos de existência em Pernambuco. Presidido por André Farias, o Lide Futuro tem fomentado importantes discussões sobre empreendedorismo, gestão e economia em nosso estado.

Inocente quer saber – Jarbas Vasconcelos processará o Estadão por ter divulgado seu nome na lista da Odebrecht?

Sobre Edmar Lyra
Jornalista político, editor do Blog Edmar Lyra.

1 Comentário on Coluna do blog desta quarta-feira

  1. Edmar, se nao leu,pesquise. O PP é o altamente beneficiado pela corrupção, inclusive no petróleo. Bolsonaro recebeu dinheiro sujo do partido. O MPF pediu a devolução de 4 bilhões de reais do PP. E se não leu eu comunico: Bolsonaro tá citado na lista de Firmas – um dos grandes escândalo do tucanato. Vou atualizando o blogueiro.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*